MÚSICA | UMA NOVA DUPLA DINÂMICA

DukeEvers01

Nos últimos dias, talvez nas últimas semanas e atrevo-me a dizer, nos últimos meses, eu andei desinteressado quanto a qualquer “grande novidade” musical. Não se trata da falta de novas propostas, pelo contrário, sou diariamente notificado quanto as novidades no mercado americano (principalmente) e europeu, mas a falta de qualidade e simpatia auditiva é assustadora. Talvez eu seja velho demais, talvez a música encontra-se em um péssimo momento.

E qual seria a finalidade ao destacar bandas novas sem qualidade suficiente para se manterem unidas pelas próximas horas? Nenhuma. E acredite, o meu prazer está justamente em descobrir novas tendências, boas tendências, e recomendá-las para quem está disposto a se relacionar bem com o que de fato interessa dentro do vasto “universo de novidades”.

O Duke Evers é uma dupla, e essa característica antes tida como curiosa escontra-se extremamente desgastada, além de promover uma falsa impressão de limitação sonora, mas observe com atenção, em um universo onde um bom músico equivale a mil instrumentos, o Duke Evers é uma orquestra. Como? Talento.

O duo formado em Seattle é novo, tão novo que impressiona perceber que eles possuem apenas 44 seguidores no Soundcloud e menos de mil fãs em sua página oficial no Facebook, você provavelmente conhece alguém com mais amigos virtuais do que o Duke Evers hoje considera ser a sua base de fãs. E seja qual for a estratégia de marketing, se é que de fato alguma existe, ela com certeza não irá projetar a dupla em qualquer posição de destaque no cenário mainstream.

Não existe um único vídeo clipe produzido, uma única participação especial ou qualquer produção excepcional, envolvendo um nome lendário, não existe quase nada. Existe apenas um honesto EP com apenas 4 músicas, cuja capa sequer é capaz de atrair a atenção de um único ouvinte curioso em busca aleatória por novidades dentro de uma galeria de álbuns virtuais, mas eu garanto, quem se atrever a conhecer o Duke Evers irá se surpreender.

Sua sonoridade de imediato impressiona, são de fato apenas uma dupla? É difícil acreditar que tamanha riqueza de detalhes esteja sob a responsabilidade de apenas quatro mãos. As influências noventistas óbvias de Seattle também estão evidentes, seja na distorção de suas guitarras aceleradas ou na deliciosa percussão marcada, dignas da programação de qualquer programação de rádio universitária americana. O Duke Evers pode ter surgido agora, mas na realidade ele pertence ao passado.

O EP “Handful of Pennies” é apenas o começo, um belo começo por sinal. Belo suficiente para atrair a minha atenção, suficiente para tornar-se uma nova tendência, suficiente para tornar-se a próxima sensação. Suficientemente bom para merecer a sua atenção.

Portanto aumente o volume e aproveite. Eu recomendo.

Você também é parte do MESSCLA! Gostou da coluna? Ajude a nossa multiplicação! Curta nossa página e compartilhe nossos posts!

Anúncios

Uma resposta para “MÚSICA | UMA NOVA DUPLA DINÂMICA

  1. Pingback: MÚSICA | A DUPLA FAVORITA DA CASA | messcla·

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s